3, 2, 1…foi!

   Céus, eu adiei tanto esse texto de adeus a 2009, que agora, estou aqui, no seu último dia, parada feito idiota na frente do computador. Minha idéia de post era muito, mas muito mais legal, só que o Youtube querido decidiu não ser meu amiguinho hoje. Então está bem, vamos fazer a bendita retrospectiva. 
   O fim e o começo se fundem nesse momento. Fim de um ano, de caminhar com liberdade por todas as ruas que as minhas pernas conseguissem aguentar, fim de um lote de festas de quinze, fim de invernos rigorosos e mil blusas de lã. Fim de viagens com o colégio, fim de matação de aula pra tocar violão, fim de tereré e showzinho na sacada, fim de bailes até as 7. Fim de esperas angustiantes por ligações, fim de algumas amizades, de bailes de semana Farroupilha, de idas à pizzaria, de shows na pastelaria. Fim de ficar sentada no banco da praça esperando o cursinho começar. Fim de acampamentos no quintal, de vídeos para o colégio, de algodão doce aos domingos, de encontros de madrugada, fim de um ano que passou devagar, que me deixou aproveitar cada pouquinho de felicidade que eu podia. Fim de um ano que vai deixar saudade, mas que marcou, de todas as formas.
   E agora é um começo, não só de ano, mas de uma nova chance pra fazer as coisas darem certo. Eu espero não sofrer o tanto que eu estou prevendo, e espero que 2010 e 2011 passem voando, pra eu poder voltar, pra sermos um quarteto novamente. Aliás, sempre seremos, independente de a gente crescer ou de qualquer circunstância. Espero que eu me adapte bem no Rio, no mínimo. Espero que as minhas notas não caiam tanto, lá o ensino é bem melhor que o daqui. E prometo tentar aceitar que lá nunca será Rosário. E prometo não prometer mais nada, porque o maior ensinamento de 2009 é que ninguém nunca cumpre nada, nem eu, então foda-se tudo, eu quero é 2012.
    Agora eu vou tomar um banho, colocar a minha roupa branca, mesmo querendo muito uma verde (esperança :B), e vou me arrumar pra irmos lá na Dessa. Pelo menos não passaremos só eu, pai, mãe e Julia. Porque não se sabe quem discutiria mais, já que é a única coisa que fazemos nessa casa. Vou tomar todas as taças de champanhe que o pai me servir, e espero que ele já esteja meio mais pra lá, do que pra cá quando fizer isso AUHAUHAUAH E ah! Esse clima de Reveillon, até acabei de ouvir fogos…isso me lembra de quando eu era pequena e passava a virada sempre com a família toda, quando toda a cambada de primo ainda era mais nova e a gente mesmo acendia os fogos. Ou vendo a chuva de fogos mais colorida, da sacada do meu avô. É, sempre temos inveja desses tempos que passaram. Chega de nostalgia, vou me arrumar, que hoje tem baile, que hoje eu quero esquecer, e se mais um filh.. vier me lembrar que eu vou embora, eu mato. Hoje será uma noite feliz, e eu desejo tudo de melhor pra você(s) (?) que se prestou a chegar até o fim do texto, que por sinal, enorme, desculpem ^^’
Um feliz ano novo, boa virada e bla blá blá, não sei mais o que se deseja nessa data. HAUAHUAHUA

BEEEEEEEEEIJOS ;**

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: