Sem título

   Ainda não estou acostumada a acordar tão cedo todos os dias,e tenho feito o que eu odeio muito: dormir de tarde. Mas tudo bem, passo no mínimo umas 7 horas envolvida com o colégio, então minha vida tem sido basicamente isso. E tem sido bem chato, pronto falei. Realmente não me sinto ‘em casa’, nem a vontade com o pessoal da minha sala, exatamente como eu previa. Aliás, tenho que desabafar: odeio, detesto do fundo da minha alma pessoas carentes, que tomam liberdade quando eu não dei. Por enquanto, tenho me divertido com a menina que senta do meu lado, ela parece ser bem legal (: Como o colégio é enorme, encontro às vezes alguns amigos que não via faz tempo, e confesso que me decepciono muito também.
   Descobri que ‘suor’ é algo com a qual se convive todos, todos os dias por aqui, o que significa muitos banhos também. Estou meio desanimada, mas hoje, de repente, me veio um pensamento que eu tinha durante o ano passado, e ele fez um sentido até maior. Se eu estudar realmente, me dedicar de verdade, eu sei que eu posso passar pelo Peies, seja em que curso for. E isso me anima, pensar naquele sorriso me anima, pensar em sentir o abraço da Cassi, da Ane de novo. O Renan estralando as minhas costas…haha. Dá um aperto no peito, mas é realmente estimulante, faz eu querer apertar o botão de ‘passar’  e atravessar assim, uns dois anos direto. Eu só quero estar com eles de novo (: Independente do que aconteça nesse ‘meio tempo’, eu me importo é com o ‘final’.
   Não posto faz uns dias, mas a culpa é do cansaço, quem manda o CMRJ ser tão cedo e fazer seus queridos aluninhos levantarem as 5 da manhã? Pois é, mas me senti na obrigação de postar, obrigação comigo mesma, não aguentava mais ficar sem poder dizer pra qualquer um, que eu estou me sentindo sozinha, e que sim, minha vida está horrível. Pra acrescentar à lista de coisas que acabam comigo, tem  a minha mãe, que diz que eu tenho que ajudar em casa e não sei mais o que. Dou dois dias pra começarem a me chamar de preguiçosa inútil novamente. Tenho uma pequena raiva dos meus pais nesses casos, eles parecem fechar os olhos e achar que está tudo bem comigo quando não está, está sendo difícil enfrentar tudo isso, e ainda ter que administrar a ‘falta’ imensa que eu sinto dos meus amigos.

Beijos ;*

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: