Convivência > Paciência

 Há tempos que eu não precisava lidar com esse tipo de pessoa, e confesso que sou paciente pra muitas coisas, quem me conhece sabe disso, mas não consigo, simplesmente não engulo certas coisas. Quem foi que disse que sinceridade em excesso era ser rude? Pois então, dá vontade de mandar a pessoa olhar para o próprio umbigo e ver se percebe quando é hora de calar a boca. Falar de mim pelas minhas costas, ao meu ver, é covardia. Falar de sexo toda hora, pra mim é infantilidade e coisa de criança curiosa. Não medir as palavras nas brincadeiras é faltar com o respeito. Meu limite já chegou, tem gente que aguenta, mas sinto muito, não fui educada para que os outros pisem em mim como queiram, para ficar aguentando gente ‘superego’ que acha que é melhor que todo mundo e ficar quieta.
Estou de saco cheio, e realmente estou evitando bater boca, mas a convivência é algo que aos poucos vai torrando o pouco de paciência que eu tenho em lidar com esse tipo de gente.
Nessas horas, a saudade das gurias fica maior do que normalmente já é. Preciso me sentir a vontade de novo, preciso delas mais do que nunca.

-Convivência demais pra paciência de menos.

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: