É tão certo, quanto o calor do fogo.


natinha  Hoje é praticamente início de junho, nunca me situei bem nas estações, mas sei que estamos no inverno. E de tudo o que eu vou escrever, essa é a única certeza que tenho.
  A vida de todo mundo é como se fosse um muro, onde cada tijolinho representa uma decisão, uma atitude tomada. Mas o meu muro é contruído a partir das decisões dos outros, é um muro cheio de ‘se’. ‘Se alguém fizer isso’, ‘se alguém fizer aquilo’, eu praticamente não influencio em nada. Sim, foi uma péssima metáfora.
  Mas em meio a tantos ‘se’, eu gosto de imaginar como teria sido a minha vida sem que certas coisas acontecessem. É o tão chamado ‘efeito borboleta’, onde o seu bater de asas de um lado do mundo, pode provocar um tsunami do outro. Não literalmente falando, mas quer dizer que em um sistema, qualquer alteração, por mínima que seja, pode trazer consequências muito maiores. Nesse caso, o sistema é a minha vida, e as alterações são muitas.
  Se eu não tivesse ido àquela festa, hoje eu e a Cassi não seríamos tão próximas. Se a minha mãe não tivesse me influenciado a ser tão cara de pau, eu não teria me apresentado à Nati. Se eu não tivesse tido medo de me prender, não teria existido mais uma despedida. Se eu não fosse em todos os jantares de família, talvez hoje nem falasse com o Miguel. Se eu não tivesse desistido dos meus princípios não teria sido tão feliz.
  Mas essas são todas decisões minhas, o mais difícil de imaginar é o ‘se’ vindo de uma decisão de outro. Se não tivéssemos que nos mudar, hoje eu estaria a uns bons dois mil quilômetros daqui, escrevendo sobre como eu amo usar blusas de lã, sobre como eu amo o frio, hoje eu estaria mais feliz e mais completa. E eu teria todos que eu quero por perto. Mas de qualquer maneira seria inverno, e essa é a minha única certeza, porque todo o resto é só parte da consequencia de um ‘se’. Se eu tivesse ficado.
As únicas certezas além dessa, são óbvias demais pra se dizer, mas mal espero para ver algumas delas em julho.

Beijo ;*

 

Anúncios

Uma resposta to “É tão certo, quanto o calor do fogo.”

  1. cassianjo Says:

    Aiai, julho está tão pertinho…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: