Meu aniversário é em dezembro,

caso você queira me presentear. (:

Estava no shopping esperando minhas fotos serem reveladas, comprei um açaí e fui na livraria. Agora teho um novo desejo de consumo a lá Becky Bloom, um livro do Fabrício Carpinejar. Me chamou a atenção pela sinopse e me ganhou pelos três capítulos que li rapidamente. Ir na livraria é algo tão ruim, sinto vontade de levar todos os livros que vejo pela frente e me lembro de que isso é uma realidade beeeeeem distante. hahah.

"A mulher perdigueira sofre um terrível preconceito no amor. 
Como se fosse um crime desejar alguém com toda intensidade. Ela não deveria confessar o que pensa ou exigir mais romance. Tem que se controlar, fingir que não está incomodada, mentir que não ficou machucada por alguma grosseria, omitir que não viu a cantada do seu parceiro para outra. 
Ela é vista como uma figura perigosa. Não pode criar saudade das banalidades, extrapolar a cota de telefonemas e perguntas. É condenada a se desculpar pelo excesso de cuidado. Pedir perdão pelo ciúme, pelo descontrole, pela insistência de sua boca. 
Exige-se que seja educada. Ora, só o morto é educado.
O homem inventou de discriminá-la. Em nome do futebol. Para honrar a saída com os amigos. Para proteger suas manias. Diz que não quer uma mulher o perseguindo. Que procura uma figura submissa e controlada que não pegue no seu pé. 
Eu quero. Quero uma mulher segurando meus dois pés. Segurar os dois pés é carregar no colo. 
Porque amar não é um vexame. Escândalo mesmo é a indiferença."’

-(Mulher Perdigueira – Fabrício Carpinejar)

Anúncios

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: