Ciúmes sem razão

Possuo um maldito ciúmes daquilo que sinto que me pertence de alguma forma. E isso sempre acontece com as bandas que gosto, principalmente se levado em conta como sou eclética. Assim, você passa anos, meses, dias, que seja, ouvindo humildemente as músicas da desconhecida cantora X e seus amigos não querem nem ouvir falar. De repente algum site famoso divulga, a música que você costumava cantarolar baixinho agora está no ‘Top 10’ de algum canal e todos amam a cantora X, todos são fãs enlouquecidos. Não, isso está errado. Tudo bem, é uma opinião sem fundamento, mas ciúmes nunca tem fundamento, não tem razão, a gente só sente ele subindo pela garganta e se embolando com um pequeno ódio que cresce dentro de nós. Uma vez expus esse meu pensamento a um amigo meu, ele riu e disse que eu deveria ficar feliz de o trabalho da cantora X ser agora merecidamente reconhecido. Deveria mesmo, mas não vou. Vou é ficar louca, largar uma desculpa infantil, eu vi primeiro. Ouvi primeiro, gostei primeiro, é meu. Sei que muita gente já ouvia músicas da cantora X antes de mim e ninguém morreu de ciúmes quando eu passei a ouvir, afinal, nenhum artista é feito de um só fã. Mas, mas, mas… *saca argumento infantil de novo*. É meu, seus fãs de modinha.

Anúncios

Uma resposta to “Ciúmes sem razão”

  1. Guiro Says:

    Acho que eu conheço esse teu amigo que riu desse pensamento.. :P ASHUAHUSHUAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: