Sobre sisos, escritores e viagens.

  Estou de molho desde terça-feira, quando fiz a cirurgia para tirar os sisos que faltavam, e aparento (de novo) um parente próximo do Quico/Fofão, hahah. Embora eu já soubesse de todos os procedimentos, etc e etc, sem maiores motivos eu virei um poço de nervosismo na hora. E nesses momentos tudo toma grandes proporções: a luz me cegava, o álcool parecia asfixiar, minha mão tremendo…um monte de exageros meus que foram quase esquecidos com o dentista massageando meu ego, comentando sobre como sou uma pessoa tranquila e ótima paciente! Ai, ai, sou uma ótima atriz, isso sim!
  Enfim, nesses dias de repouso putaquepariunãoaguentomais estou quase assumindo meu relacionamento sério com meu notebook, pijamas e cobertas. Mesmo assim, posso dizer que não é um relacionamento feliz. Sabe aquela sensação de criança na primeira série que quer logo que as férias acabem porque ela não tem mais nada para fazer? Então, eu não sentia isso desde a terceira série, hahah. Maaaaaaas, já que estou aqui né, tive que arranjar alguma coisa para fazer. Assisti alguns filmes, assisti ‘Pretty Little Liars’, me cansei de ‘Pretty Little Liars’, descobri que mães que alimentam seus pobres filhos com papinha de bebê industrializadas merecem um lugar no inferno (ao lado do reservado aos cabeleireiros); Tentei continuar lendo um livro do Caio F. de Abreu que eu tinha baixado e estava enrolando e enrolando…mas descobri que simplesmente não dá, nada me desce depois que os usuários do Orkut e do Tumblr descobriram ele e a Clarice Lispector. Pegar a citação bonitinha no meio de textos que não fazem nem um pouquinho de sentido é muito fácil. Vai ler um livro inteiro deles, vai, e depois discutiremos isso. 
  Mudando de assunto, eu estou super empolgada com as viagens planejadas até o final do ano. Além do sul, mais dois lugares que não são certeza ainda (certeza pra mim é passagem comprada) estão sendo ér, cogitados pela ‘família Lamim’ hahah, e que são simplesmente incríveis! Mal vejo a hora de outubro chegar, com todas as suas coisas boas e ruins (oh ENEM). 
  Eu realmente queria ter feito um post menor, porque meus amigos preguiçosos reclamões nem vão ler só de olhar o tamanho, hahahah. Mas foi necessário, já que eu consegui vencer as barreiras do ‘omg, que porcaria é essa que você escreveu? Você sabe quem lê isso aqui? Insira infinitos blábláblás que me fazem deixar isso às moscas’. Então deixarei minhas críticas construtivas de filmes (coff) e links legais para uma outra oportunidade.

Questionamento do dia: será que se eu começar a jogar pragas sem as reais intenções, elas vão começar a acontecer? Porque né! :z

Anúncios

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: